História do Pole Dance com Glória Ibarra!

As origens do Pole Dance vêm da prática do Mallakhamb (que significa “homem de força” ou “ginástica do poste”), que nada mais é do que yoga praticada em um poste de madeira e com cordas (principalmente praticado na Índia) e existe desde o século XII, no entanto, como disciplina esportiva existe a aproximadamente 250 anos. Uma outra disciplina, que está diretamente relacionada com o pole dance de hoje, é conhecida como Mallastambha (que significa “ginástica do pilar”), técnica usada pelos antigos lutadores de wrestling para ganhar força e desenvolver os músculos.O mallastambha não é mais praticado nos dias de hoje. O Mallakhamba do poste (pole) ainda é praticado por homens e meninos e o Mallakhamba da corda é praticado por mulheres e meninas. O Pole Dance, como conhecemos hoje, se originou durante os anos 20, no ápice da Grande Depressão Americana. Tour Fair Shows ( que se originaram do negócio dos tours de circo) viajavam de cidade à cidade divertindo as multidões. Como parte do espetáculo principal, também existiam outros shows paralelos em tendas pequenas ao redor da tenda do circo principal. Uma dessas tendas famosas era conhecida como o show erótico das dançarinas Hoochi Coochi. A palavra Hoochi Coochi se originou do movimento que as dançarinas faziam com o quadril. As garotas dançavam sugestivamente em um palco pequeno em frente às multidões de assovios. Por causa do tamanho das tendas, o poste que segurava a tenda ficava bem na beirada dos pequenos palcos e as dançarinas começaram a se aproximar dos postes e dançar com eles.

O poste das pequenas tendas tornou-se conhecido como o poste de dança que ainda existe hoje, no entanto, de uma forma mais tecnicamente e socialmente aceitável.

O estilo Burlesque se originou no início da era Vitoriana (1840) e é um estilo que esta relativamente ligado à Comédia dell’arte (onde os personangens principais carregavam um “burle” – um bastão com a ponta almofadada – que era usado para bater nos outros personagens com uma finalidade cômica (origem da comédia “slapstick”). A Comédia dell’arte foi a fonte para quase tudo que se vê hoje em entretenimento (como ballet, marionettes, ópera, teatro o tableau erótico, a mímica entre outros). O famoso Moulin Rouge em Paris (desde 1889) teve uma função essencial na disseminação do estilo buslesque sensual e no desenvolvimento da indústria erótica que contava com performances de artistas que vinham de todos os cantos do mundo para dançar no Moulin Rouge e ganhar a vida.

O pole dance se desenvolveu gradualmente desde as tendas de circo até os bares como o estilo burlesque nos anos 50. O primeiro registro de pole dance como conhecemos hoje, foi em 1968 com a performance de Belle Jangles no clube de striptease Mugwump, em Oregon e o pole dance moderno começou a ser documentado somente à partir dos anos 80 no Canadá.

Entre os anos 60 e 70 muito pouco aconteceu em relação ao pole dance e pouco se documentou até os anos 80 quando striptease e poledancing se tornaram populares no Canadá e nos Estados Unidos.

Existe evidências de que, com o tempo, outros estilos de dança (alguns com raízes bem mais imorais que o pole dance) passaram por dificuldades para obter o reconhecimento e respeito que mereciam. Antes de ser abertamente reconhecidos, estilos de dança como o ballet, a salsa, o tango, e especialmente a famosa dança do ventre, eram danças com fundamentos na sexualidade e na luxúria e também sofreram enorme ceticismo durante anos.

A história do Ballet revela que, a princípio, mulheres não eram permitidas de dançar, mesmo que muitas escrituras mais recentes negam este fato. O tango nasceu na França e se desenvolveu na Argentina, através de uma maneira de auto-expressão de rebeldia e se originou nos bordéis de Buenos Aires.

Os anos 90 testemunharam Fawnia (Canadense) praticando o pole dancing e trazendo a realidade para as mulheres comuns que começaram a aprender a modalidade como uma maneira de manter a forma. Fawnia produziu o primeiro DVD com instruções de pole fitness e dança.

A partir do ano 2000, o pole dance se desenvolveu em gêneros diversos, do exótico ao pole fitness evoluído em 2006, que permitiu as mulheres comuns a utilizarem-se da técnica dentro das suas rotinas diárias de fitness. Na verdade, um número relevante de mulheres que praticam o pole dance como fitness, possuem poles dentro de casa para tal.

Mais recentemente, o Cirque du Soleil passou a utilizar performances baseadas nos poles chineses. Inspirado no Cirque du Soleil, homens também começaram a utilizar a técnica dos pole chineses e possuem números acrobáticos em shows pelo mundo. Assim como o Mallakhamb e o Pole Dance, os poles chineses também se utilizam do atrito entre pele e equipamento.

Levando em consideração que a mentalidade e atitude das pessoas em relação ao pole dance já começou a mudar, mesmo quando se referem ao pole dance como pole fitness, ainda existe uma relutância em relação ao público em geral em aceitar o pole dance como uma atividade física ou esportiva.

O pole dance de hoje constitui uma modalidade de exercício físico e dança que envolve o dançar com e ao redor de uma barra de metal polido. Essa modalidade incorpora movimentos de ginástica olímpica, movimentos livres, ballet e dança contemporânea em dimensões diferentes que incluem, posições estáticas e em movimento usando a barra e fora da barra. A atividade do pole dance desenvolve a força dos membros superiores e inferiores do corpo e das costas / área abdominal e firma todos os músculos do corpo utilizando o próprio corpo como resistência.

Competições: Mesmo que a maioria das competições de pole dance pelo mundo ainda estão em um momento de estruturação e profissionalização, existe uma comunidade mundial lutando por conquistar o reconhecimento do pole dance como esporte e uma forma artística de dança. As competições de Pole Dance estão procurando se distanciar dos shows amadores de dança em casas de striptease. Estes eventos estão sendo regularizados com regras restritas de vestimenta adequada e focadas no atletismo e no fator artístico das coreografias ao invés do erotismo e da sexualidade.

Próximas turmas de Pole Dance

  • Curso de Pole Dance: segunda-feira, das 21:00h às 22:30h
  • Curso de Pole Dance: terça-feira, das 19:30h às 21:00h
  • Curso de Pole Dance: sábado, das 16:30h às 18:00h
  • Fazendo o curso de Pole Dance Quadrimestral no Studio Glória Ibarra, ganhe 1 mês de aulas de Dança de Salão!
Studio de Dança Glória Ibarra - Rua da Mooca 2343, Mooca - São Paulo | Fone: (11) 2618-4832 / Celular: (11) 9917-0181 | E-mail: glorinhadance@hotmail.com